Análise dos números do mercado nacional e internacional

“Pessoas mentem, números não”

Em nosso mercado é comum ouvirmos a frase acima pois dentro do Marketing Multinível (MMN) os números possuem um grande poder de convencimento.

Infelizmente muitas pessoas acabam manipulando os números. É certo que eles não mentem, mas são intencionalmente e maldosamente manipulados para benefício próprio.

Não vou entrar aqui na questão de números de nenhuma empresa em particular, analisaremos os números do mercado para entender onde estamos, qual caminho vamos percorrer e aonde podemos chegar.

É fato que trabalhamos em uma indústria bilionária. São números realmente impressionantes. O mercado mundial de vendas diretas e Marketing Multinível (MMN) cresce a cada ano e continuará crescendo cada vez mais.

Um dos fatores que explica esse rápido crescimento é o acesso cada vez mais fácil e rápido a informações e produtos.

Em qualquer lugar do mundo onde exista telefonia celular e serviços de entrega você poderá ter acesso a produtos e serviços ilimitados.

Também é fato que essa mobilidade e facilidade abre inúmeras portas para o desenvolvimento do um projeto em Marketing Multinível (MMN).

Os posts que escrevo podem ser lidos por pessoas em todas as partes do Brasil, de norte a sul, e assim incentivar pessoas a optarem por iniciar esse modelo de negócio.

Se você deseja saber mais como iniciar seu negócio no Marketing Multinível através da internet e 100% digital estarei deixando meus contatos abaixo e terei prazer em lhe ensinar.

Agora vamos as números!

 

Mercado Mundial

Anualmente a WFDSA – World Federation of Direct Selling Associations divulga seus relatórios de estatísticas após compilar as informações do ano anterior.

Os dados que analisaremos são referente ao ano de 2015 e foram publicados em 03 de Junho deste ano (2016).

Sendo assim, estamos vendo um cenário de quase um ano atrás e esses números já devem ter mudado bastante.

Contudo, são informações importantes e recebidas de todas as associações sérias espalhadas pelo mundo como éo caso da ABEVD – Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas no Brasil.

Mas esse mercado pode ser ainda maior, uma vez que centenas de empresas no Brasil e no mundo ainda não estão afiliadas a essas associações e não compartilham seus dados.

Muitas empresas são impedidas de se afiliarem a essas associações por não atenderem padrões internacionais de legalidade e sustentabilidade do negócio.

 

Número que impressionam

No ano passado esse mercado faturou um total de U$ 183,7 bilhões de dólares, com um crescimento de 7,7% em relação ao ano anterior.

Se compararmos nosso crescimento ao PIB Global, 3,1% em 2015, praticamente crescemos 2,5 vezes a mais que o restante do mundo.

Quando comparamos unicamente com alguns países é como se fôssemos o país com maior crescimento mundial em 2015 superando China, Índia e Indonésia.

Para os que pensam que esses números são um ponto fora da curva a taxa média anual de crescimento para nosso mercado está em 7,2% entre 2012 e 2015.

Ou seja, o crescimento têm sido sustentável independente das crises que os países estão enfrentando em suas economias.

O mercado de vendas diretas e Marketing Multinível (MMN) é visto como uma excelente opção para se gerar renda e enriquecimento pessoal em meio as crises, quando desenvolvido de forma segura e honesta.

 

Os 10 países com maior faturamento e crescimento

Abaixo os números dos 10 maiores países com seus faturamentos e crescimentos em relação ao ano anterior:

  1. Estados Unidos – U$ 36,12 bilhões – 4,8% crescimento
  2. China – U$ 35,45 bilhões – 19,0% crescimento
  3. Coreia – U$ 26,89 bilhões – 12,7% crescimento
  4. Alemanha – U$ 15,18 bilhões – 6,5% crescimento
  5. Japão – U$ 14,66 bilhões – menos 0,1% crescimento
  6. Brasil – U$ 9,12 bilhões – menos 0,9% crescimento
  7. México – U$ 6,93 bilhões – 4,7% crescimento
  8. França – U$ 4,59 bilhões – 2,5% crescimento
  9. Malásia – U$ 4,43 bilhões – 7,0% crescimento
  10. Reino Unido – U$ 4,03 bilhões – 11,8% crescimento

Com exceção do Japão, que praticamente não cresceu e teve uma pequena queda, somente o Brasil apresentou saldo negativo de crescimento.

Vale ressaltar que o Brasil é um país onde mais de 80% dos distribuidores de vendas diretas (estimativa) NÃO trabalham com empresas que desenvolvem o sistema de Marketing Multinível (MMN) como Avon e Natura.

Ou seja, o mercado sente muito mais a crise e a queda nas vendas devido a recessão da própria economia.

Contudo nos mercados onde esse modelo de negócio é quase a totalidade temos um crescimento forte e constante.

Esse cenário no Brasil se deve por falha na promoção do negócio e principalmente pelos sucessivos golpes aplicados no mercado por empresas que enganaram milhares de pessoas através das pirâmides financeiras.

 

Os 10 países com maior número de distribuidores

Abaixo temos os 10 maiores países em números de distribuidores, suas populações (números de 2014) e sua relação distribuidor/população (d.p.):

  1. Estados Unidos – 20,200 milhões – 318.892.096 milhões – 1/15,78 d.p.
  2. Indonésia – 12,730 milhões – 253.609.648 milhões – 1/19,92 d.p.
  3. Tailândia – 11,000 milhões – 67.741.400 milhões – 1/6,15 d.p.
  4. Coreia – 6,737 milhões – 49.039.984 milhões – 1/7,27 d.p.
  5. Russia – 5,148 milhões – 142.470.272 milhões – 1/27,67 d.p.
  6. Malásia – 4,800 milhões – 30.073.352 milhões – 1/6,26 d.p.
  7. Brasil – 4,571 milhões – 202.656.784 milhões – 1/44,32 d.p.
  8. Filipinas – 4,153 milhões – 107.668.232 milhões – 1/25,92 d.p.
  9. Índia – 3,929 milhões – 1.236.344.576 bilhão – 1/314,55 d.p.
  10. Japão – 3,311 milhões – 127.103.392 milhões – 1/38,38 d.p.
  • A China não consta no relatório pois as informações não foram disponibilizadas por questões políticas.

Algumas pessoas insistem em dizer que o mercado de Marketing Multinível (MMN) irá saturar um dia, porém os números mostram que não.

Nos Estados Unidos, um país com mais de 70 anos e experiência nesse mercado, possui uma relação de 1 distribuidor para cada 15 habitantes que ainda não trabalham com o negócio.

Outros países apresentam relação ainda maior como Indonésia, Filipinas, Índia, Japão e o próprio Brasil.

Ainda precisamos levar outro fator em consideração, o de que nem todas as pessoas que se cadastram como distribuidores estão ativos em suas empresas.

Sendo assim as oportunidades tornam-se ainda maiores. Aqui no Brasil temos somente 1 a cada 44 habitantes trabalhando nesse mercado, o que demonstra um enorme potencial de crescimento.

 

Média de vendas por distribuidor

Agora vamos conhecer a média de vendas por distribuidor dos países com os maiores faturamentos no mundo:

  1. Estados Unidos – U$ 36,12 bilhões – U$ 1.788,11
  2. Coreia – U$ 26,89 bilhões – U$ 2.506,99
  3. Alemanha – U$ 15,18 bilhões – U$ 18.102,53
  4. Japão – U$ 14,66 bilhões – U$ 4.428,87
  5. Brasil – U$ 9,12 bilhões – U$ 1.996,00
  6. México – U$ 6,93 bilhões – U$ 3.150,00
  7. França – U$ 4,59 bilhões – U$ 7.169,46
  8. Malásia – U$ 4,43 bilhões – U$ 924,37
  9. Reino Unido – U$ 4,03 bilhões – U$ 6.462,40
  10. Taiwan – U$ 3,35 bilhões – U$ 1.458,26
  • A China não consta no relatório pela falta do número de distribuidores para o cálculo da média.

Se fizermos a conversão do valor médio de vendas em dólares para reais (R$3,27 cotação de 26/12/16), teremos um valor de R$ 6.526,92/ano e R$ 543,91/mês.

É interessante pensar que na maior parte das empresas de Marketing Multinível (MMN) o valor para que você se mantenha ativo no negócio, vendendo ou comprando produtos e construindo sua rede, é de R$ 300,00 em média.

Sendo assim, uma pessoa pode facilmente atingir esse valor pois ticket médio mensal de vendas supera em quase duas vezes o valor necessário.

Outro ponto de destaque é que nos EUA, como a cultura é muito mais de consumo e construção de redes do que vendas ao consumidor final, o valor médio é menor que no Brasil.

 

Categorias de produtos e serviços

Conhecer o mercado de atuação é fundamental para o sucesso das empresas. Abaixo vamos destacar as 5 principais categorias de produtos e serviços no Brasil e no mundo.

  • Mundo
  1. Bem estar – 34%
  2. Cosméticos e cuidados pessoais – 32%
  3. Bens de consumo duráveis – 11%
  4. Roupas e acessórios – 7%
  5. Outros – Casa, Livros, Alimentação, Serviços Financeiros, Utilidades – 16%
  • Brasil
  1. Cosméticos e cuidados pessoais – 84%
  2. Bem estar – 7%
  3. Bens de consumo duráveis – 3%
  4. Roupas e acessórios – 3%
  5. Outros – Casa, Livros, Alimentação, Serviços Financeiros, Utilidades – 3%

 

Esse cenário reflete muito bem a estimativa que temos em relação ao mercado e empresas de vendas diretas brasileiras.

Enquanto no restante do mundo o segmento de Cosméticos possui 32% de participação em 2o. lugar, no Brasil temos 84% de participação em 1o. lugar.

A diferença está tanto no modelo de empresas quanto de negócios. As gigantes do Marketing Multinível (MMN) como Amway e Herbalife diversificam suas linhas de produtos para poder atingir públicos cada vez maiores.

A tendência de longo prazo é termos empresas brasileiras seguindo as mesmas estratégias. Porém, enquanto esse cenário não se consolida é arriscado participar de empresas que não tenham linhas de cosméticos e cuidados pessoais.

 

Relatórios 

 

Os relatórios anuais ainda apresentam números de onde você também poderá retirar suas próprias conclusões.

Contudo, as análises que apresentamos aqui servem para comprovar que este é um mercado em franco crescimento, com inúmeras oportunidades, ainda mais no Brasil.

Se você desejar mais informações pode acessar os links abaixo e fazer download dos relatórios diretamente do site da WFDSA.

Global Direct Selling – Clique aqui

Global Sales by Product Category – Clique aqui

 

Concluindo

“Pessoas mentem, números não”

Os número apresentados são de uma fonte segura e honesta, sendo assim podemos utilizá-los na certeza de não estarmos sendo manipulados por informações conforme a conveniência de quem as divulga.

É importante observarmos os países onde esse mercado já está consolidado e saber que no Brasil vamos passar pelo mesmo processo.

Quanto mais as pessoas conhecerem sobre o Marketing Multinível (MMN), menos golpes no mercado teremos e novas oportunidades serão criadas.

Ainda aguardamos uma legislação específica como nos EUA para que uma empresa que deseje trabalhar com esse sistema possa promovê-lo de forma honesta e sustentável.

Enquanto não temos tais leis precisamos nos informar ao máximo antes de optarmos por qualquer empresa que atue nesse modelo de negócio.

Caso tenha alguma dúvida por favor deixe seu comentário abaixo ou envie uma e-mail para ricardo@doutormultinivel.com.br ou mensagem para WhatsApp +55 19 99181-6856, estarei a sua inteira disposição.

Grande abraço e sucesso!

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *